terça-feira, 30 de agosto de 2011

Torcedores de organizadas veem UFC como inspiração para encontro com rivais


Ainda a propósito do tema do post anterior (abaixo ou aqui ), sobre a nova febre por lutas UFC, uma informação relevante.

Na segunda-feira, 29, foi encontrado, por parentes, o corpo de um corintiano boiando no rio Tietê. A informação do tio, à rádio CBN, foi de que o rapaz de 27 anos estava desaparecido desde sábado à noite. Na quadra de uma torcida organizada do Corinthians ele e outros membros se reuniram para assistir às lutas da UFC, de onde saíram para um "encontro" com torcedores do Palmeiras, conta o parente.

Claro, esse tipo de "encontro" entre torcidas rivais, pré-agendado pela internet, já existe há tempos. Mas é muito simbólico que o "aperitivo", a "inspiração", tenha sido justamente a luta.

Informação e link enviados por Carmem. Ouça o áudio.

4 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Seria ingênuo achar que essa pancadaria do UFC, com lutadores levando no peito emblemas de times de futebol, não aumentará o apetite por violência no futebol. Se as pancadarias que acontecem esparsamente dentro de campo, verdadeiros canteiros de guerra envolvendo profissionais da bola e não da porrada, insensam animais a sair pela rua se trucidando, é óbvio que pancadarias televisionadas patrocinadas por times de futebol não terá efeito diferente.

Depois do seu post eu pesquisei um pouco sobre o UFC, porque nunca assisti na TV, e descobri que a categoria dos pesos mais leves da luta se chama, justamente... GALO!

Fernando Augusto disse...

Sobre relação entre futebol e MMA ler isso aqui: http://manoamano.blog.terra.com.br/2011/08/31/futebol-e-mma-receita-que-pode-azedar

Palmeirenses e corintianos marcam brigas desde sempre. Se estivessem assistindo Zorra Total daria na mesma.

Felipe, você disse que "depois do seu post eu pesquisei um pouco sobre o UFC". Que bom saber que você comentou o post anterior sem saber do que se tratava.

Edu Maretti disse...

Sobre relação entre futebol e MMA, era só o que faltava. Espero que meu time não entre nessa.

E, quanto ao conteúdo do link postado sobre o tema, tem meu total apoio o projeto do deputado José Mentor que pretende proibir essas lutas na TV aberta. Só acho que os intere$$es vão impedir que ele passe, se é que já não está engavetado.

Felipe Cabañas da Silva disse...

Fernando Augusto, depois do post do Edu eu pesquisei principalmente sobre a história da categoria, países membros e objetivos, pois nunca tinha dado a menor importância a isso. As imagens que se espalham pela internet e pelos noticiários esportivos me bastam para identificar uma pancadaria sem sentido e um grau de violência diferente, potencialmente mais nocivo.