sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Amanhece em Trípoli


Às 23h45 de Brasília, são 04h45 de sexta-feira, mais um dia da guerra civil em Trípoli. A capital da Líbia está dominada pelos rebeldes mas Khadafi continua desaparecido e resiste, embora seu governo seja considerado extinto pela chamada comunidade internacional e pelos que o combatem em seu país. O texto abaixo é da BBC:

"Enquanto a caçada ao coronel Muamar Khadafi prossegue, dois dias após a tomada de seu quartel-general pelas forças rebeldes da Líbia, jornalistas da BBC testemunharam os primeiros sinais de massacres nos confrontos ocorridos na capital, Trípoli."

As imagens, desta quinta-feira, 25, são via Al Jazeera.

3 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Ontem estava lendo o jornal distraído quando no final de uma matéria me atentei para uma frase: "A divisão em áreas de controle, conjugada à percepção de que os aliados de Gaddafi estão escondidos à espera de retaliação, aumenta temores de guerra civil."

A matéria é da Folha e se chama "Capital líbia se transforma em cidade abandonada".

Uai, mas a carnificina que acontece há meses na Líbia não é guerra civil? Pra mim é guerra civil desde o dia em que Gaddafi afirmou com todas as letras que ia massacrar qualquer foco de resistência, todos os "ratos que querem destruir a Líbia", nas palavras do ditador demente. Eu não sei, tenho a impressão que a cobertura das carnificinas é um tanto quanto blasé, e que a dimensão da tragédia é tão insuportável que todos, jornalistas, leitores, fotógrafos ou estadistas, vêem tudo com uma indiferença quase tão brutal quanto a carnificina. Como se já não impressionasse mais ver o homem massacrando o homem.

Edu Maretti disse...

Andas inspirado ultimamente, hein Felipe Cabañas. Mais uma vez assino embaixo.

"Uai, mas a carnificina que acontece há meses na Líbia não é guerra civil?"

"todos, jornalistas, leitores, fotógrafos ou estadistas, vêem tudo com uma indiferença quase tão brutal quanto a carnificina."

Felipe Cabañas da Silva disse...

Uma pitada de revolta é sempre inspirador... rsrs