segunda-feira, 30 de maio de 2011

Berlusconi sofre grande derrota em eleições e perde Milão e Nápoles


Até que enfim uma boa notícia vinda da Itália. O premiê Silvio Berlusconi sofreu dura derrota no segundo turno das eleições municipais. A mais significativa das perdas foi Milão, terra natal do chefão do campeão italiano Milan e sede do Fininvest, o império midiático do homem conhecido mais por seus escândalos sexuais e corrupção do que por qualquer ato digno de um chefe de Estado. Há 18 anos a direita dava as cartas em Milão.

Na chamada capital econômica da Itália, Giuliano Pisapia, do Partido Democrático, bateu a atual prefeita, a direitista Letizia Moratti, da coligação de Berlusconi. Na campanha eleitoral, com discurso xenófobo, o primeiro-ministro dizia que a vitória de Pisapia faria de Milão uma cidade “islâmica”, “de ciganos”, “caótica” e “entregue aos imigrantes”.

Além de perder Milão, o chefão dançou também na sulista Nápoles, onde o juiz Luigi de Magistri, com o apoio de todos os partidos de centro e esquerda, derrotou o direitista Gianni Lettieri. Nápoles é a cidade da Camorra. Segundo o candidato vitorioso, Lettieri tinha o apoio do crime organizado.

Como resultado do pleito, o acordo com a direitista Liga Norte tende a se esfarelar e Berlusconi ficar isolado.

Várias cidades comemoram aquilo que pode ser um sintoma do início do fim do “Papi”.

Quem sabe os ventos de lá cheguem até aqui, São Paulo, no ano que vem.

2 comentários:

Mayra disse...

Que felicidade ver a Itália começando a se libertar, de novo, del Duce!!!

GIULIANO PISAPIA SINDACO DI MILANO - LA FESTA IN PIAZZA DUOMO

http://www.youtube.com/watch?v=ILlY2JOO_5Y

Edu Maretti disse...

Muito legal a alegria em Milão! Mas não nos iludamos!

Duce, "Papi"... são encarnações de um espírito sempre presente na Itália.

Vamos torcer para que o avanço de forças progressistas de fato evolua e se consolide.