terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A retrospectiva 2011 segundo Fatos Etc.

Como não poderia deixar de ser, chega ao fim este longo 2011 (que para alguns foi rápido, é tudo uma questão de perspectiva). Do ponto de vista do blog, este é um resumo do que foi destaque no ano que se extingue. Claro que esses destaques não poderiam deixar de ser retirados do que aqui foi postado no período. Exemplo: na política, nada foi mais importante do que a posse da primeira mulher a presidir o Brasil. A queda de Palocci foi emblemática da série de peões caídos no tabuleiro da Esplanada dos Ministérios. As questões em torno do Estado da Palestina e da "primavera árabe" foram, para mim, dominantes no mundo.

No esporte, são-paulinos e palmeirenses não têm a reclamar se seus times não ganharam nem torneio de bocha. Santos e Corinthians foram os times paulistas cujas salas de troféus ficaram mais ricas em 2011.

A morte de Amy Winehouse e a de Estamira (que muitos nem sabem de quem se trata) marcaram o ano com notas tristes no mundo da arte ou da cultura.

Muito obrigado aos colaboradores e amigos que ajudaram no crescimento do blog, com comentários muitas vezes acalorados (principalmente sobre futebol, com destaque para os loucos do bando) e ótimas polêmicas, e aos leitores em geral.

Que 2012 venha, e certamente este não será o ano do fim do mundo, apesar de canais pagos estarem à exaustão explorando as tais profecias maias.

Segue a retrospectiva, com os respectivos links.

Janeiro

Dilma Rousseff é a presidente do Brasil

Fevereiro

Mubarak cai e povo Egípcio emociona o mundo

A queda do ditador do Egito no início do ano, saudada como um evento histórico, infelizmente não representou a "primavera árabe" tal como está implícito na simbologia da estação que para nós é o renascer. Infelizmente, os fatos das últimas semanas (leia aqui) mostram que a liberdade no Oriente Médio, e particularmente no Egito, ainda é um sonho distante que esbarra em interesses gigantescos das potências mundiais.

Março

Brother, não seja burro, a visita de Obama é importante

A visita do presidente Barack Obama ao Brasil foi encarada com infantilismo por um setor da "esquerda" brasileira que não consegue entender que governar o Brasil é muito diferente de comandar um grêmio estudantil.


Abril


O acordo entre o Fatah e o Hamas


Maio

Robert Fisk: o que importa não é a morte de Bin Laden, mas a "primavera árabe"

Santos de Neymar bate o Corinthians e é campeão mais uma vez

Comandado pelo jovem craque, o Peixe chegou ao seu 19° título estadual, o bi de 2010 e 2011 e o quarto no século XXI (havia conquistado o bi também em 2006 e 2007).

Junho

A queda de Palocci

Santos é tricampeão da Libertadores

O sonho do tri continental foi realizado na noite de 22 de junho no Pacaembu. No estádio, em Santos e em todo o país a torcida santista finalmente comemorou uma conquista histórica, pondo fim ao tabu que remontava à era Pelé. Veja vídeo da festa no estádio aqui.

Julho

Amy Winehouse morre em Londres

A grande cantora e compositora se foi em 23 de julho, aos 27 anos, em circunstâncias até hoje não devidamente esclarecidas.

Agosto

Estamira, do filme de Marcos Prado, morre no Rio



Setembro

Criação do Estado da Palestina é a causa mais importante do início do século

Dilma Rousseff abre a 66ª Assembleia Geral da ONU

Outubro

Occupy Wall Street contra o Tea Party

Novembro
Política tucana para educação: tropa de choque

A escalada autoritária na USP (por Felipe Cabañas da Silva)

Gelson Domingos, uma vítima da cultura trope de elite


Dezembro


No dia da morte de Sócrates, Corinthians ganha o quinto título brasileiro

A Fiel festejou no dia em que morreu o doutor Sócrates, o que dá à conquista um caráter místico que tem tudo a ver com a história do Corinthians.


Dia histórico: bandeira palestina é hasteada na sede da Unesco


Aula do Barcelona termina só 4 a 0

O Santos de Neymar e Ganso não deu nem para o começo e perdeu de lavada para o Barcelona de Messi, Xavi, Iniesta e companhia. O que incomodou mais não foi a derrota e nem mesmo a goleada, mas a forma como o time se comportou em campo, muito em razão da postura covarde adotada por Muricy Ramalho ao improvisar um esquema e deixar Elano fora do jogo. Mas, com um paulista e uma Libertadores, a temporada alvinegra foi vitoriosa e entra para a história.

*Atualizado à 00:40 (28/12/2011)

5 comentários:

Paulo M disse...

Tive um professor tempos atrás que dizia que o conhecimento científico e a cultura ocidental nos levam a ver o mundo a partir de uma perspectiva para o futuro, enquanto os orientais se realizam no pensamento e nos valores de seus ancestrais, da filosofia e do passado. Por que digo isso? Não sei, he he. Porque acho que o bissexto 2012 pode encerrar o que há muito se começou: o conflito Ocidente/Oriente nas arábias, tendo como carro-chefe as crises no Oriente Médio e na Europa. No Brasil, a Dilma herdou o grande governo Lula, mas pode ter mais dificuldades em decorrência dessa celeuma internacional.

Ouvi algo desse novo disco atribuído a Amy Winehouse e não gostei. Tem músicas já gravadas antes e outras em que fazem umas mixagens não originais e claramente comerciais de músicas que ela tinha gravado antes, de outra forma. Os caras puseram a voz gravada e uma instrumentação comercial, pra vender mesmo. Mico.

Nem devia falar de futebol. O Palmeiras vai ser outro mico. Na Libertadores, destaque pra Santos, Vasco, Boca, talvez Corinthians e alguma surpresa de última hora. Na Copa do Brasil, Grêmio.

É um resumo resumido de minhas previsões poderosas pra 2012, o ano fatídico, rsrs. Aliás, já tentaram adivinhar várias vezes o fim do mundo em 2011. Em 2012 vão fazer a Megasena do fim do mundo. Quem acertar o dia, fica milionário, he he he.

Abraços a todos e especialmente ao Edu pelo blog inteligente e inovador. Feliz ano novo.

Adilson disse...

Nossa sala de troféus tricolor pode não ter sido enriquecida (só a copinha!),mas o ano no futebol valeu pelo glorioso Tolima e também porque continuamos a ser os únicos tri-mundiais por aqui!

Edu Maretti disse...

Paulo M, obrigado pelas palavras! Só fazendo uma observação (nem chega a ser discordância), a questão do novo disco "da" Amy, o fato é que é assim mesmo. Os Beatles, exemplo célebre, por exemplo, quando acabaram tiveram dois discos lançados (Let it be e aquele que inclui Hey Jude) que não foram lançados pela banda... Enfim, é normal. Ainda bem que esses discos existem... Não ouvi ainda o da Amy, que tenho, mas acho bom ter sido lançado.

E, Adilson, bacana você aparecer. Este ano os são-paulinos sumiram do blog, o que deve ser sintoma da falta de títulos que já vai entrar no terceiro ano, né?

Em 2012 o Peixe tem chance de ser o único tetra da Libertadores... Quem sabe vocês voltam em 2013... hehe.

Abs, apareça mais

Mayra disse...

Edu querido, parabéns pelo blog que tem nos entretido com boas conversas e reflexões esclarecedoras sobre os acontecimentos do mundão doido. Para mim, tem sido um prazer acompanhá-lo, junto com os outros leitores, nesta bela trajetória virtual!

Super 2012 pra você!

E não vai ser o fim do mundo nada... vai ser o começo... com o Corinthians campeão da Libertadores!!!

Edu Maretti disse...

Adilson, três semanas depois (antes tarde do que nunca!) vai aqui uma observação sobre seu comentário. Em 2011 (a retrospectiva é de 2011!) quem ganhou a Copinha foi o Flamengo.

O SPFC ganhou em 2010. Portanto, na sala de troféus do tricolor não entrou nem a Copinha ano passado...
hehehe

Aqui vai a lista dos campeões:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_S%C3%A3o_Paulo_de_Futebol_J%C3%BAnior