sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Barcelona, Santos e o complexo de vira-lata

Atualizado às 22:04 de 16/12/2011

Domingo, 18, às 08:30 da manhã, Santos x Barcelona fazem a final do Mundial de Clubes

Reprodução

Vi um pedaço do jogo Barcelona 4 x 0 Al-Sadd, até o ridículo goleiro Mohamed Saqr receber um recuo do zagueiro e ficar na indecisão até o brasileiro Adriano resolver mandar às redes. Um gol de futebol de várzea. Um gol patético que mostra quão frágil é o formato atual do Mundial da FIFA, cujo pretexto é a democracia da disputa entre todos os continentes, mas a razão é apenas a política.

E o fragilíssimo do time do Qatar, muito mais fraco do que o Kashiwa Reysol (que o Santos derrotou por 3 a 1, link aqui), até justifica o Barça ter entrado em campo sem cinco de seus titulares absolutos: Daniel Alves, Piqué, Fábregas, Busquets e Xavi. Nota triste do jogo foi a fratura de David Villa na tíbia.

Mais ridículo do que o goleiro árabe, porém, é o post de Juca Kfouri em seu blog, em formato de poeminha concreto que é uma ode tacanha, no estilo babação de ovo, ao Barcelona. Intitulado “O Barcelona é sádico”, o texto termina assim: “E o time árabe, todo de branco, como o Santos, só viu o misto catalão jogar e saiu com a camisa imaculada”.

Essa associação chega, na minha opinião, a ser ofensiva aos torcedores do Santos. A mim, é. É claro que o Barcelona é favorito, até pelas falhas demonstradas pelo Santos no último jogo. Mas o Santos não é o Al-Sadd, como ficou sugerido no fim do post do jornalista. Francamente, Nelson Rodrigues já denominou essa postura de Kfouri: “Complexo de vira lata”.

Arte x toquinho

Para completar, cito meu amigo Xico Santos, que comentou o seguinte no post anterior sobre a vitória do Santos: “não gosto daquele negocinho de toquinho de bola pralá e pracá [do Barcelona]... (que saco!); de posse-de-bola-interminável... Não é possível que aquela coisinha de toquinho vá superar a arte! É nisso que coloco todas as minhas fichas: na arte”.

Publicado originalmente às 14:12 de 15/12/2011

Leia também post sobre o jogo Santos 3 x 1 Kashiwa ReysolSantos passa por time de “formigas” japonesas. Que venga El Barça


15 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Pois é. O Al Sadd é muito mais fraco que o Kashiwa Reysol. E faz sentido se pensarmos em termos de países: o futebol do Japão, ainda muito inexpressivo se comparado ao futebol brasileiro, italiano, argentino ou alemão, é infinitamente superior ao futebol árabe. O que é o Qatar no futebol mundial? A prova de que ter poder monetário (viva o "sangue negro" petróleo) no futebol pode não significar muita coisa.

Eu acho que domingo vai ser duro, duríssimo, talvez com pênaltis e muito sofrimento (ótimo para os torcedores de outros times - hehehe). Acho que o Barcelona vence nos pênaltis, com o "ello" de vocês sabem quem... hehehe... Só pra descontrair...

Edu Maretti disse...

Pelo menos você espera um duelo "duro, duríssimo, talvez com pênaltis e muito sofrimento", ao contrário da visão generalizada dos colonizados de nossa mídia...

Mas você quer sofrimento santista mesmo hein!!! hahaha. A gente empatar e depois perder nos pênaltis é um desejo cruel, mano!

Mas eu tô tranquilo, como falei em comentário de post anterior. Como disse um cara humilde que vi com a camisa do Santos aqui perto do trabalho: "o que ganhar, ganhou. São os melhores, um vai ter que ganhar!"

É isso aí. Mas, Felipovski, não entendi o que tu queres dizer com "ello". Pelejei, mas me rendo. Não sei.

abs

Felipe Cabañas da Silva disse...

É que andaram dizendo que "é elano que se aplende"... hehehe... O Elano vai chutar um pênalti lá na lua... pra alegria dos secadores de plantão...rsrs... Eu não estou secando... Estava torcendo para esse Santos do Neymar, mas os santistas ficaram tão metidos depois que ganharam a Libertadores, e pegando tanto no pé dos pobres corintianos como eu, que desanimou um pouco... Mas é normal, rival é pra ser rival, e não pegar na mãozinha... rsrs...

Mas seria bom o Santos ganhar logo essa terceira estrela, pra dar uma relaxada na turma lá da Vila, e o Neymar ir pra Europa logo: como brasileiro não quero que o Neymar saia, mas como corintiano quero com certeza, porque ninguém merece ter Neymar como rival... p**** mano, é osso... rs.

Paulo M disse...

Todo ano tem essa ladainha de que time europeu não liga pra mundial. Depois que ganham saem pras ruas com buzinaço, bandeiras e gritaria. Ligam, sim.

Em tese, o Barcelona é favorito. Principalmente se a defesa do Santos der mole como no primeiro jogo, contra o Kashiwa. Mas quando duas grandes camisas se enfrentam, a conversa é particular. Não acho que o Santos não vá render na defesa. Lembro de alguém do Manchester, em 99, depois da vitória sobre o Palmeiras, destacar o fato de sair da rotina europeia e testar-se diante de um futebol muito diferente, sul-americano. É um momento de ápice do futebol esse encontro de Europa e América no Mundial Interclubes, como uma mistura homogênea de água e óleo (acho que ao Mundial conquistado pelo Corinthians faltou essa magia, esse impulso). É um grande teste pra Santos e Barça.

Leandro disse...

Não tenho nada de muito original p/ escrever sobre este duelo. É mais ou menos o que eu tenho dito desde que a possibilidade passou a surgir no meio do ano.
O favoritismo do Barcelona é superestimado pela nossa mídia eurocêntrica. Se o Santos marcar a saída de bola dos caras e for efetivo nas jogadas ofensivas já no comecinho do jogo, eles vão se assustar porque estão acostumados a jogar com times que fazem um golzinho neles (ou nem isso) e recuam. Incluo aí o Real Madri, tão decantado quanto eles.
E no aspecto da motivação e do preparo focando este jogo o Santos também leva vantagem. Não adianta tentar provar a nós mesmos que o enfoque dos europeus é o mesmo. Trata-se de uma questão cultural e de (rasteira) visão de mundo.
Lembro que em 99 o time do Manchester, aqui citado, mal comemorou. Cumpriram os trâmites de pegar a taça com aquele velho ar europeu de "soltaram um pum aqui" (perdão pela expressão chula), subiram num avião e voltaram para casa enquanto os "parmerista" se descabelavam aqui e no Japão.
Técnicos e jogadores deles nem se dão o trabalho de comparecer ao estádio para ver os jogos dos prováveis adversários (acho que nós sulamericanos deveríamos fazer o mesmo), e tanto na época dos jogos ida e volta quanto na da pelada que valia um jipe já no Japão chegaram a mandar o vice-campeão europeu. Se a FIFA não estivesse na parada agora temo que teriam esta ideia de novo.
O fato é que a única final, até hoje, a ter os dois times com o mesmo nível de foco e interesse no título foi a de 2000.
Mas isso não impede que o Neymar faça como o Edilson e dê uma caneta num dos impolutos defensores deles (de preferência no Pujol), seja a figura do jogo e mostre a eles que poderia sim ser um dos três indicados ao prêmio de jogador do ano, bem como, que para ser técnico com selo de qualidade tem que atuar aqui em terras tupiniquins, como bem falou o Muricy, vulgo Zacarias.

Edu Maretti disse...

"quando duas grandes camisas se enfrentam, a conversa é particular" (Paulo M)... Perfeito!

"O favoritismo do Barcelona é superestimado pela nossa mídia eurocêntrica" (Leandro)... Perfeito! (embora eu não deixe de reconhecer que o Barcelona detém um certo favoritismo, afinal é a base da seleção espanhola campeã do mundo). Mas como disse o presidente do Santos: "os favoritos costumam quebrar a cara"

Quero ver o "impoluto" Puyol cair sentado na frente de Neymar!

Xico Santos disse...

Bom... será um domingão especial: aquele toquinho-totozinho que o moleque faz com o pé esquerdo, e que tem o estranho poder de deixar o marcador de bumbum na grama, fará minha alegria.
Mas... terei um outro estranho prazer: vou poder (pasmem!)ligar e falar com o Edu às 08:00h da madrugada, em pleno domingo. Quem poderia imaginar uma coisa dessa? Futebol faz cada uma!

Edu Maretti disse...

Xico, eu seria mais chulo do que você: eu diria o "estranho poder de deixar o marcador" de bunda na grama mesmo. Melhor seria se fosse o Puyol, ou o Mascherano... Seria a glória.

Só o Santos mesmo pra me colocar de pé às oito da madruga de domingo! hahaha... Hoje só o futebol mesmo!

Mas antigamente eu acordava de madrugada de domingo, sim, lá pelas 8 e meia, pra ver o lendário Ayrton Senna, e mais recentemente, pra me deliciar com a esquerda magnífica de Gustavo Kuerten, o Guga.

Agora vou pra concentração. Já abri uma breja e vou mandar energia positiva pro Rey deixar os caras de bunda.

valeu!

Gabriel Megracko disse...

I´ve got a feeling! Rafael, Arouca, Danilo, Elano, Ganso, Neymar e Borges, artilheiro do Brasileiro. Além do grande Durval, do fiel Dracena e do bom futebol apresentado pelo Bruno Rodrigo, que creio que cederá 45 minutos do seu futebol para o predestinado Léo. Do Henrique eu só vou falar que todo mundo precisa ter aquilo que procura as boas intenções da Divina Providência. É hora das orações do Rafael fazerem efeito no Henrique.
E além do mais, eu não consigo projetar na minha fotografia imaginária o Ganso e o Rey em campo, com os seus qualificadíssimos assessores, perdendo uma final. Portanto, caras, eis a minha natural opinião do-contra: o Peixe é favorito. Além de dois grandes times, as imprevisibilidades desse jogo, que sem dúvida vão acontecer, só favorecem o Santos... e aqui é o ponto pra citar a fala do presidente peixeiro: "Contra o Barcelona, serão duas escolas: uma europeia, com floresta artificial e que produz muito dinheiro, racional, arrumada, mas previsível. O Santos é a Mata Atlântica, com sua diversificação”. O cara é foda!, se ele não entende de Jazz, o conceito ele já sabe.
Não é querendo chatear os rivais secadores, mas a atmosfera é santista.
Lembremos neste momento apropriado, do profeta pedrinho: http://www.youtube.com/watch?v=3daYKF21qJQ
E viva a Magia Branca.
E Salve Iemanjá.

"Jogue onde jogar
és o Leão do Mar!"

Gabriel Megracko disse...

Declaração de Puyol sobre Neymar: "Não dá para saber para onde ele vai sair, se para direita ou para esquerda. Ele é muito rápido. Eu já o vi muitas vezes e é muito difícil de ser marcado. Quando ele tem a bola, ele a esconde."

Gabriel Megracko disse...

Declaração de Neymar sobre Puyol: "Puyol para mim é um dos melhores zagueiros que existe no futebol. Jogava com ele no videogame. vai ser uma honra enfrentá-lo"

Fernando Augusto disse...

Caro Xico Santos, gostaria de ouvir uma manifestação sua após o jogo.

Mantém a mesma opinião??

Xico Santos disse...

Fernandão, guentaí que já volto, vou cumprir algumas obrigações do meu dia e voltarei...
Guentaí...

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Barcelona 4 - 0 Santos

futebol de toquinho kkk, se o brasil tivesse esse "futebol de toquinho" teria jogado uma Copa América mais decentemente.

Vc q ñ se deve comparar Santos com Al-Saad mas ambos tomaram de 4 do Barça rs

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Barcelona 4 - 0 Santos

futebol de toquinho kkk, se o brasil tivesse esse "futebol de toquinho" teria jogado uma Copa América mais decentemente.

Vc q ñ se deve comparar Santos com Al-Saad mas ambos tomaram de 4 do Barça rs