quarta-feira, 23 de junho de 2010

Nova pesquisa CNI/Ibope é pior para Serra do que parece

A pesquisa CNI/Ibope sobre a corrida presidencial divulgada nesta quarta-feira, 23, mostra um dado novo em relação à de março. A anterior só incluía os três principais candidatos: Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV). De março para junho, com esse cenário ainda irrealista, Dilma subiu de 33% para 40%; Serra caiu de 38% para 35%; e Marina Silva foi de 8% para 9%.

Só que – como notou o colunista da Folha de S. Paulo Fernando Rodrigues, em seu blog – a pesquisa de hoje é a primeira a incluir todos os candidatos nanicos que fazem o papel de figurantes, mas, na somatória, interferem na eleição, como Ciro Moura (PTC), Eymael (PSDC), Zé Maria (PSTU) e outros.

Com esse cenário, os números são ligeiramente diferentes, e ainda assim essa diferença favorece Dilma: com todos os candidatos na pesquisa, ela aparece com 38,2%, contra 32,3% de Serra. A diferença é de 5% pró-Dilma no levantamento de junho só com os três principais nomes, mas sobe para 5,9% no cenário mais real, com todos os postulantes.

Evidentemente, para Serra a notícia é pior ainda. Porque, claro, ter 35% seria muito melhor do que 32,3%, e com tendência de queda, ao contrário de Dilma, que vem crescendo paulatina e consistentemente há muitos meses.

Brasil de Dunga
E há previsões ainda mais pessimistas para o candidato tucano, mas essas menos matemáticas e mais sociológicas, digamos, e que dependem de o Brasil de Dunga ganhar a Copa do Mundo. Se o hexa vier, garantem esses futurologistas, a eleição pode se resolver no primeiro turno. Com a economia estável, o emprego crescendo e outros dados econômicos favoráveis, um clima de euforia só ajudaria a campanha daquela que o presidente apoia. Um presidente com 80% de aprovação e que, entre outras virtudes, é um torcedor típico.

Um comentário:

Felipe Cabañas disse...

meu... estava escrevendo aqui sobre política, assistindo o segundo tempo do jogo da itália... Fiquei sem fôlego aqui. Sensacional. Típico da Azzurra, mas dessa vez sem classificação. Esse time da Eslováquia merece viu. ta que eu pariu!