quarta-feira, 2 de novembro de 2011

"Neymar é muito mais criativo que o Messi", diz Sócrates

Reprodução
Sobre um dos assuntos desse fim de ano, Neymar versus Messi, estou em boa companhia. Afinal, a posição que o Doutor Sócrates manifestou no "Cartão Verde" de ontem é muito parecida à que eu defendi anteontem em acalorado debate nos comentários a post anterior deste blog.

Se o Doutor falou, falado está.

Do Uol Esporte

Com a proximidade do Mundial de Clubes e a revelação dos indicados à Bola de Ouro da Fifa, o duelo Neymar x Messi esquenta nas mesas de debate. E uma das análises mais criativas veio do Doutor Sócrates. Na hora de comparar os craques, ele usou outro esporte para lembrar que há uma grande diferença em ser um grande jogar no Santos e no Barça.

"
O futebol é coletivo, e Messi joga no melhor time do mundo. O Neymar não. Isso faz muita diferença”, afirmou ele, no “Cartão Verde”, da TV Cultura. “Se fosse numa partida de tênis, um contra um, eu apostaria no Neymar. Ele é muito mais criativo que o Messi.”

“O Neymar tem que ficar aqui no Brasil por causa do carisma dele. Ele é personagem do Brasil. Ele tem um público próprio”, adicionou Sócrates, que contou com apoio de Birner. “O Neymar é o único craque de verdade, na prática, do futebol brasileiro hoje.”

PS (às 14:13):

Da coluna de Mônica Bergamo de hoje (3 de novembro):

Por um fio 2
Neymar tem "contrato pronto na pasta" para assinar com o Real Madrid - o que ainda não fez, ao contrário dos boatos que circulam. Mas um bom número de conselheiros dele acha que deve resolver logo a questão -em favor dos espanhóis.

2 comentários:

Equipe Nups disse...

O DR. é foda. Tipo artista. Fala coisas brilhantes e tb fala muita merda. Não dá pra falar que o Neymar é mais criativo. É burro, é partidário e não se ampara em fatos. Mas esta história já deu.
Viremos o disco.
Aliás que ver o Neymar brilhar no domingo.

Abs,

Tiago Ferreira

Edu Maretti disse...

Ó, esse assunto vai demorar pra sair de pauta, por isso o disco não vai virar tão cedo. Ademais, quando uma autoridade como Sócrates (que entende pouco de ludopédio) resolve desafiar o "coro dos contentes" (com Messi), não registrar é um erro.

De qualquer maneira, "virar o disco" é uma metáfora que veio bem a calhar, já que postei sobre uma canção do álbum póstumo da Amy Winehouse, divulgada hoje.

abs