segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Corinthians e Vasco disputam o título


Finalmente um domingo em que os favoritismos vingaram. No post anterior eu dizia que, “com a refugada do Flu, digna de um Baloubet du Rouet, a disputa pelo título volta a ficar mais clara entre Vasco e Corinthians”.

E enfim, com a difícil vitória corintiana sobre o Atlético-PR e o quase tranquilo triunfo do Vasco sobre o Botafogo (que começou o jogo bem, quase fez 1 a 0, mas depois submergiu), o título está definitivamente entre os times do Parque São Jorge e de São Januário, ambos com 61 pontos, o Timão com uma vitória a mais. Posso queimar a língua, mas faltando quatro rodadas parece muito improvável que Fluminense e Figueirense (ambos 5 pontos atrás de Corinthians e Vasco) ou Botafogo e Flamengo (seis) tirem essa diferença.

Gols de Corinthians 2 x 1 Atlético-PR


Na próxima rodada, no meio de semana, o Corinthians tem difícil duelo contra o Ceará em Fortaleza. O time nordestino, em 17° lugar com 35 pontos, é o primeiro da zona da degola e precisa vencer para respirar. O Vasco encara o desalentado Palmeiras no Pacaembu. Na rodada seguinte, no próximo fim de semana, o time de Tite e a equipe do surpreendente interino Cristóvão Borges jogam em casa: o Corinthians recebe o Atlético-MG; o Vasco será anfitrião do virtualmente rebaixado Avaí.

O Vasco é mais time que o Corinthians, tática e tecnicamente. A união do grupo motivada, digamos assim, pelo espírito de Ricardo Gomes, a liderança de jogadores como Felipe e Juninho Pernambucano, a falta de responsabilidade do Vasco, que já tem a temporada ganha e nem precisa do título, se contrapõem à ansiedade corintiana, às inseguranças de Tite e à desconfiança de boa parte da torcida. Seu eu fosse apostar hoje, seria no Vasco.

Dedé, a alma do Vasco

Agora, minha gente, só abro este parágrafo para falar em especial de um jogador. O zagueiro Dedé, do Vasco da Gama. Pelamordedeus, como joga bola esse guri. Ele é uma espécie de Luís Pereira (da Academia do Palmeiras dos anos 1970) mais evoluído. Se é que me entendem. Torço muito para que esse moleque dê certo. O segundo gol vascaíno foi inteiramente dele. Driblou, armou, passou, correu e fez o gol. Vejam bem, é um zagueiro. Por isso lembrei do grande Luís Pereira.

Gols de Vasco 2 x 0 Botafogo



Palmeiras no imbróglio

O detalhe é que Ceará x Corinthians na quarta-feira interessa ao Palmeiras. O Ceará está 7 pontos atrás do Verdão, que tem 42. Como todos vocês sabem fazer operação de soma e subtração, podemos concluir que se o Ceará bater o Timão e o Cruzeiro (16° colocado, 37 pontos) conseguir um empate contra o Avaí em Florianópolis, o Palestra ficará apenas 4 à frente do Ceará e do Cruzeiro.

Se já não colocou, a torcida palestrina tem todos os motivos para colocar as barbas de molho. Neste domingo, o time de Felipão Scolari deixou o Grêmio chegar ao 2 a 2 após colocar 2 a 0 à frente dos gaúchos em pleno Estádio Olímpico.

Santos sempre Santos

E o Santos calou a boca do técnico Antonio Lopes, do Furacão, que reclamou do Peixe mandar seu time reserva para enfrentar o Ceará no Castelão. Mesmo com 11 reservas, o time da Vila bateu os nordestinos por 3 a 2 (torço para o Ceará não cair, é muito bacana aquela torcida fanática lotando o Castelão).

Atualizado à 00:05

6 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Discordo veementemente de duas coisas: em primeiro lugar, que o Vasco seja mais time que o Corinthians. São dois elencos equivalentes, e se o Vasco tem Dedé, Juninho Pernambucano (em fim de carreira) e Felipe (em fim de carreira e que não deu certo em nenhum outro time a não ser no Vasco), o Corinthians tem grandes revelações como Paulinho (o Milan já está em cima), Ralf, Willian, e os talentos consolidados de Liedson, Emerson e Adriano (em fim de carreira também, mas muito superior a Juninho Pernambucano e Felipe juntos).

Em segundo lugar, que a vitória do Corinthians sobre o Atlético-PR foi sofrida. O Corinthians podia ter feito 4 x 0 no primeiro tempo. Não fez por causa da covardia do Tite, que parece a todo momento querer administrar cansaço pra poupar time, em vez de passar o rolo por cima para dar confiança. Aos 4 min do PRIMEIRO TEMPO, o jogo já estava 2 x 0 para o Corinthians e cabia mais. Mas o Corinthians administrou bem o jogo e, embora o Atlético-PR tenha melhorado muito no segundo tempo, mesmo considerando-se que o furacão teve chance de empatar por duas bolas na trave, dificilmente o Corinthians teria perdido esse jogo.

A questão é que vocês rivais estão loucos para que o Corinthians não ganhe esse campeonato, e ficam arrumando pseudo-verdades sobre a "fraqueza" do elenco corintiano, quando o Corinthians foi o time que mais ficou na ponta, em nenhum momento do torneio ficou fora do G4 e, se o Corinthians está na ponta por conta da incompetência dos rivais, problema deles. O time menos incompetente será o campeão, como acontece em 99% dos torneios.

Felipe Cabañas da Silva disse...

Só um PS sobre o Adriano. O Adriano, evidentemente, não jogou o campeonato inteiro, mas nas últimas rodadas deve estar à disposição de Tite, e pode fazer a diferença, mesmo ainda fora do peso e sem ritmo de jogo.

Edu Maretti disse...


Bom, Felipe, eu não esperava mesmo sua concordância ou de outros corintianos. Mas, "pão ou pães, é questão de opiniães" (Guimarães Rosa - Grande Sertão: Veredas) - hehe.

Quando falo de time melhor, penso no dicionário: "Time - grupo de atletas que participam de certos esportes de conjunto, esp. o futebol, e que constituem a equipe ou quadro".

Taticamente, é inquestionável que o Vasco é mais time. Você mesmo escreveu no post da 33ª rodada que o Corinthians perdeu do América "porque jogou mal" e "jogou um futebol medíocre, acovardado e sem criatividade". O que tem sido uma constante. Contra o Atlético tinha que ganhar, senão a vaca ia pro brejo... A vitória sobre o Furacão poderia ter sido de 3 ou 4 a 0, sim, mas não foi. Foi 2 a 1, com duas bolas que por milagre beijaram a trave do goleiro Júlio César. Esse papo do "se" não combina com futebol! Podia ter sido 4 a 0, mas também 2 a 2... Coisas do futebol.

E, tecnicamente, não há dúvida, para mim. Tenho visto jogos do Vasco, que jogou um grande futebol contra o Botafogo. Você viu? Aniquilou o alvinegro em todos os setores, marcou a saída de bola e parecia sempre saber o que fazer conforme exigiam as circunstâncias da partida.

E o fato de eu achar o Vasco superior não significa que eu esteja torcendo para ele. Mas confesso que acho bonito como o clube conduziu toda a história de Ricardo Gomes... clube e elenco estão fechados, e essa união é mais uma vantagem.

Não sou só eu quem acha. O Paulo Vinícius Coelho,por exemplo, publicou o comentário abaixo, depois que postei o meu:

http://espn.estadao.com.br/pauloviniciuscoelho/post/226296_TATICAMENTE+O+VASCO+E+O+TIME+MAIS+ARRUMADO+NA+DECISAO+DO+CAMPEONATO

Abraços

Felipe Cabañas da Silva disse...

O fato de eu ter escrito o que escrevi sobre a última rodada não significa que eu ache isso uma constante. Da mesma forma que o Vasco jogou um grande futebol contra o Botafogo, o Corinthians jogou um grande futebol em vários jogos no campeonato. E da mesma forma que contra o América-MG o Corinthians jogou um futebol medíocre e acovardado, o Vasco jogou um futebol medíocre e acovardado em vários jogos do campeonato. A verdade é que todos os times estão muito instáveis, e o Corinthians tem sido o menos instável. Isso não sou eu que digo, é a análise do histórico de todo o campeonato. Se um time que passou o campeonato inteiro entre os quatro primeiros e mais da metade dele em primeiro não pode ser considerado um bom time, então o futebol brasileiro está uma catástrofe.

Já virou clichê dizer que o Corinthians só está em primeiro porque os outros foram incompetentes. Bom, mas se os outros foram incompetentes repetidas vezes, significa que não estão, também, jogando futebol tão vistoso e, portanto, não merecem ser campeões mais que o Corinthians. E não adianta dizer que é tudo culpa da sul-americana. A sul-americana é um torneio medíocre, cheia de times semi-profissionais (como Aurora e Universitário do Perú), e o Vasco jogou a maior parte da competição com o time reserva.

Anônimo disse...

Edu, a 'inhaca' toda é que 'time unido' não ganha título. Porisso vai dar Timão.
abraços,
xico santos

Felipe Cabañas da Silva disse...

VAI CORINTHIANS!!!

A rodada de hoje fez jus ao meu argumento. Valeu, São Jorge.
O Corinthians jogou mal mas venceu. O Vasco jogou meia boca e empatou. Estão todos no mesmo bolão.