terça-feira, 20 de abril de 2010

Previsões da sociologia mística

Será o ano dos peixinhos no Brasil?

“...Apesar de este país estar flertando perigosamente com o autoritarismo, que cosmicamente já não tem mais cabimento no seu processo de evolução, isto garante que a Dilma Rousseff não vencerá esta eleição. Com certeza, ela e seu grupo representam o autoritarismo.”

Sabem quem disse essa pérola da sociologia? Não foi FHC, não, mas parece. Aliás, não acredito que o ex-presidente já esteja a olhar para o firmamento em busca de sinais cósmicos do futuro político da nação. Não há indícios de que o Príncipe tenha inventado um novo ramo das ciências humanas chamado sociologia mística.

O autor da pérola é Oscar Quiroga, O Astrólogo. Em entrevista ao Terra Magazine, com uma visão tucana do mundo, ele prevê a vitória do tucano José Serra em 2010, diz que fez as cartas astrais de Marina Silva e de Serra e informa que não fez a de Dilma Rousseff porque “me deram dois horários de nascimento, ainda estou correndo atrás para saber qual é o mapa certo”. Serra é do signo de Peixes e nasceu em 19 de março. Foi nessa dia de 2010 que se deu "a primeira admissão pública" de José Serra sobre sobre a pré-candidatura, informa a reportagem.

A certa altura, o repórter Eliano Jorge pergunta:

O

senhor é astrólogo do governador Serra, não é?

Não sou não.

E depois:

O senhor tem ligações com o PSDB?

Não, nem sou votante neste país. Não sou cidadão brasileiro.



Muito legal. O melhor das eleições é dar risada, se você tem humor.

(Foto: Eduardo Metroviche)

6 comentários:

Paulo M disse...

Deveria alguém imparcial contratar um astrólogo, tb imparcial, que dissesse o que vai acontecer com este país caso Serra seja eleito. Ou será que precisa de profissional?

Felipe Cabañas disse...

puts... no começo achei que a pérola fosse da subintelectualidade de direita, como definiu clóvis rossi... tipo um gustavo ioschpe da vida sabe... mas eles ainda nao desceram tao baixo na escala do trabalho intelectual...

ps: cara, como eu odeio esses fascistas tucano-pefelistas travestidos de defensores da liberdade...

Edu Maretti disse...

Cabañas, me espanta vc citar Clóvis Rossi, que é o típico representante da subintelectualidade de direita, termo que, se ele usou, usou como uma autodefinição inconsciente.

abs

Felipe Cabañas disse...

tenho que desconcordar com você nesse quesito... óbviamente, todo esse povo da folha está cada vez mais à direita... mas ainda não dá pra pôr o clóvis rossi na panela da cantanhede e do gustavo ioschpe... ainda acho um cara sério e o respeito... e vc viu que ele está sendo cada vez mais chutado da A2 da folha... agora todo dia um artigo do tucaninho fernando de barros e silva...

Luis Hipolito disse...

Tudo bem Edu?

Vi seu comentário na Carta Maior naquele artigo que fala que Serra vai destruir o legado do Governo Lula que é aprovado pela maioria da população brasileira justamente pelos resultados econômicos. O grande problema é que no Brasil a mídia apoia o Serra e não divulga esses artigos. Fiz um comentário sobre isso na Carta Maior reclamando que eles precisam encontrar meios de divulgar tudo isso para mais gente e inclusive o PT precisa divulgar amplamente todos esses acontecimentos em seus programas eleitorais nessas próximas eleições. O que Serra falou para empresários em Minas Gerais é muito grave e revela claramente que ele não será a continuação do Governo Lula e vai destruir tudo aquilo que a maioria do povo brasileiro apoia hoje. É assim que o Brasil pode mais???

Edu Maretti disse...

Luis Hipolito,

de fato, "a mídia apoia o Serra e não divulga esses artigos" e informações que contrariam seus interesses. Mas é justamente por isso que cada vez mais a blogosfera se torna um meio de divulgação importante das coisas que essa mídia quer ocultar, e não consegue. Entre postagens e comentários, vamos fazendo a nossa parte, não é? E por isso é importante escrever, comentar, divulgar, participar...

Se dependesse da mídia, eles já teriam resolvido a questão em 2006,mas não conseguiram. Continuarão tentando e não vão se importar com os meios.

um abraço, e apareça sempre