domingo, 9 de setembro de 2012

A volta da vespa noturna


Algumas pessoas se lembram de um post (que fez sucesso aqui) em que abordei minha difícil relação com os insetos.

Naquele post, mencionei uma vespa “disfarçada de mariposa” (uma espécie de pequena mariposa noturna – na verdade uma vespa noturna). Um inseto agressivo e estranho, que quando você olha parece uma mariposinha inofensiva, mas se você vai mexer com ele vê que não é o que parece e pode te atacar. Como me atacou.

Ontem um exemplar dessa simpática espécie entrou de novo aqui no apartamento.

Clique na foto para ampliar


Dessa vez não se incomodou comigo, mas ficou ali no abajur em forma de prato, onde pôde fazer a festa com os insetos mais toscos, que entram ali para morrer com o calor da lâmpada. Foi um banquete da vespa noturna, que depois de se alimentar, ficou hibernando e no dia seguinte, claro, não estava entre os insetos torrados pela lâmpada. Tinha sumido. Foi embora, é um inseto inteligente.

Clique para ampliar
Tentamos fotografar o fabuloso inseto, e entre várias fotos estragadas, uma se salvou. O inseto que eu chamo de vespa noturna é esse das fotos, a segunda um destaque ampliado da outra mais acima.

Eu ainda vou procurar um entomólogo (estudioso de insetos) para que me explique sobre a vespa noturna. Se conseguir, volto para explicar.

4 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Eu acho que esperto é o escriba do blog, que diante daquele show de horrores na Vila hoje preferiu falar das vespas... hhaahahahah...

Entrei aqui crente que o post ia ser um FORA MURICY! hehehe... Um post sobre entomologia... O mundo dá voltas, hein? hehe

Edu Maretti disse...

"Fora Muricy" é mais do que um desejo, é uma necessidade.

Mas o caso da vespa noturna é bem mais interessante. Além de se tratar de fatos reais, desde o primeiro post...

PS: e tem outra coisa que justifica este post: é que a "vespa noturna" era a personagem mais importante do post anterior [http://fatosetc.blogspot.com.br/2012/02/pensamento-para-sexta-feira-numero-25.html] sobre o tema, mas não tinha foto dela. Eis que surge novamente a criatura e... uma foto!, hehe.

Paulo M disse...

São os sinais da primavera e do verão. Acordei hoje de madrugada com um barulho alto de inseto voando pelo quarto. Tão alto que parecia ser um besouro dos grandes. Era uma abelha, visita um pouco ameaçadora porém bem mais agradável do que essa vespa (argh!). Ela foi embora de manhã sem fazer vítimas, rsrs.

Alexandre M disse...

Isso ainda vai dar em filme. Um curta. Um....desenho animado com uma boa pitada de suspense e terror!! Alguns efeitos, iria ficar muito bom. "Avolta da vespa noturna". O horror está de volta.

Dessa vez, a tal vespa foi mais comedida, sabendo que poderia levar a pior se numa abrupta investida contra um humano. Mas a vespa, percebendo a aproximação de uma pequena mosca e outros pequenos insetos, preparou-se para uma investida fatal, garantindo seu prato da noite. Porém, o humano em sua direção, surgia com algo em suas mãos.. mas o que poderia ser aquilo, "o que pode ser isso, pensou a vespa".
hehehe, murmurou o humano...