quinta-feira, 17 de maio de 2012

Receitas simples [02]: Para o frio, sopas!


Com o frio chegando, e parece que definitivamente, dou sequência às receitas simples. Neste post, com sopas. Seguem duas receitas.

Sopa de mandioquinha (para 4 pessoas)

Descasque e corte em pequenas rodelas 300 gramas de mandioquinha. Descasque e corte em rodelas um pouco maiores uma cenoura média. Corte 350g de músculo em seis pedaços. Corte em oito pedaços uma cebola grande e duas cabeças grandes de alho em quatro ou cinco pedaços cada uma (opções: pode-se, ou não, acrescentar ingredientes como pimentão, salsa escarola picada ou outros).

Numa panela de pressão, junte 2 litros de água aos ingredientes acima. Coloque sal a gosto (não ponha muito sal – é melhor acrescentar um pouco mais depois do que salgar demais definitivamente). Quando a pressão começar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 40 minutos. Abra a panela e, se os pedaços de mandioquinha ainda estiverem visíveis, bata uma parte no liquidificador e, se preciso, acrescente água de modo que a sopa possa cozinhar em fogo médio por mais uns 20 minutos mas não fique rala. Essa fase tem que ser feita no “olhômetro”. Se estiver sem sal, acrescente. A sopa tem de ficar cremosa. Se estiver rala, deixe cozinhar até ficar mais encorpada. Para isso, se quiser, pode acrescentar macarrãozinho de sopa. Mas não é necessário, se ela estiver grossa e cremosa.

Ao servir, tempere com queijo parmesão ralado. Sirva com torradas e azeite.


Sopa de ervilha (para 4 pessoas)

Essa é ainda mais fácil.

Lave cerca de meio pacotinho (250g) de ervilha desidratada (dessas de supermercado). Na panela de pressão, junte a ervilha, 250g de músculo em pedaços, uma cebola grande cortada, duas cabeças grandes de alho e dois litros de água. Ponha sal a gosto. Deixe cozinhar na pressão por 25 minutos. Abra a panela e veja se a sopa está cremosa (provavelmente ainda não estará). Acrescente água, mexa e deixe cozinhar mais 15 minutos sem pressão ou até os grãos da ervilha derreterem completamente, para ela ficar cremosa.

Ao servir, tempere com queijo parmesão ralado. Sirva com torradas e azeite.

Observação - Em qualquer das receitas acima, o músculo pode ser substituído por paio ou lingüiça defumada, ou mesmo bacon, o que você preferir. Eu não gosto de bacon e nem de fritar nada para fazer sopa. Prefiro cozinhar tudo junto, sem fritura.

Da série receitas simples: arroz integral, feijão, filé de pescada frita, salada de rúcula e farinha de milho

2 comentários:

Denise Gomide disse...

Edu, vale uma dica, que aprendi usando de outro modo uma sugestão do pacote de ervilha: depois de lavar as ervilhas secas, deixe-as de molho por cerca de 30-40 minutos em água quente. Isso evita que, ao ferver, forme aquela espuma branca que normalmente surge assim que a fervura se inicia.

Edu Maretti disse...

Dica anotada, Denise. Valeu.

Curioso é que eu disse no post que "eu não gosto de bacon", mas na que vamos tomar daqui a poucos minutos... eu pus bacon! hehe. De maneira que não posso dizer que não gosto de bacon. O que de fato não gosto é de mania de botar bacon em tudo...