quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Santos é campeão da Copa do Brasil na abençoada Salvador

Eu gosto muito da cidade de Salvador. Acho mais bonita do que o Rio de Janeiro, com o perdão dos chatos e mitificados bossa-novistas (desculpem o hífen).

Ser campeão em Salvador é uma honra. Apesar do campo de jogo, um brejo indigno da final de um campeonato nacional.

Fotos: Ricardo Saibun
Depois da partida de ida, em que o Santos bateu o Rubro-negro na Vila por 2 a 0, só os santistas devotos de São Tomé (como eu) ou pessimistas poderiam duvidar do título. A derrota em Salvador, Vitória 2 x 1 Santos, nesta quarta-feira, 4, não mudou o rumo da História, que foi justa ao conceder ao Santos de Ganso, Neymar e Robinho o título contra o (desculpem) medíocre time do Vitória.

Como santista, não acho que tem um herói da conquista inédita da Copa do Brasil de 2010. Mas, como santista, me permito dizer que a conquista se deve a: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Wesley e Paulo Henrique Ganso; Neymar (Marcel), Robinho (Rodriguinho) e André (Marquinhos). Técnico: Dorival Júnior.

Porém, meus favoritos são alguns: Pará, Edu Dracena [autor do gol do título em Salvador], Arouca, Wesley, Ganso, Marquinhos, Neymar e Robinho. Esses foram os capitães, os que ganharam o título de fato. Na Vila e em Salvador com chuva. Neymar é um craque e um símbolo: não consigo entender como pode ter torcedor que se diz santista e vai à Vila Belmiro vaiar Neymar. O Santos precisa parar de mandar seus jogos na Vila, que quase nunca enche, é provinciana e só tem babacas.


Robinho é particular. Tem uma mania de ser campeão pelo Santos. Pobres adversários. Oxalá ficasse na Vila, mas parece que não vai ficar. Não interessa. Ele já é, pelo Santos, bicampeão brasileiro (2002 e 2004), campeão paulista e da Copa do Brasil (2010). Um santista me pediu para lembrar que Robinho não jogou contra o Corinthians em 2010. O recado está dado.

O Santos está na Libertadores de 2011. É o 13° campeão da Copa do Brasil, com 7 vitórias, 4 derrotas e nenhum empate, 39 gols a favor e 15 contra. Recorde. Nunca nenhum time fez tantos gols na Copa do Brasil.

Veja a comemoração dos jogadores do Santos após a conquista do título:

4 comentários:

Victor disse...

É campeão ! É campeão ! Os meus preferidos também são os que vc mencionou. Que venha o brasileiro. Tivemos muitas chances de gol que não convertemos, o jogo foi duro, fomos superiores, mas, neste jogo, nossa defesa foi o melhor ataque, afinal o gol veio dela..rs. Santoooooossssss

Glauco disse...

Ganhar e encantar, esse é o destino do Alvinegro Praiano.

Felipe Cabañas disse...

Eu só tenho um adendo a fazer... pra nao perder o hábito... hehehe...
o Santos ganhou o campeonato paulista e a copa do brasil perdendo o último jogo da final, como se estivesse de salto alto...

no mais, venho aqui festejar a vitória colorada... a peleja gaúcha mais uma vez liquidou o tricoflor... ops... tricolor... agora que venha... DUNGA... hehehe

Eduardo Maretti disse...

Bom, o Santos ganhou a Copa do Brasil e o Paulista, e não só ganhou, encantou tb, como disse o Glauco acima.

No Barradão, antes de jogar com o Santos, o Vitória marcara 19 gols e não sofrera nenhum. Edu Dracena quebrou essa marca. Gol de título.

No mais, cito Paulo Vinícius Coelho, que escreveu em seu blog:

"O melhor ataque da história da Copa do Brasil, com 39 gols em 11 jogos. Melhor ataque do país, com 134 gols em 48 partidas, em 2010 (...) Esse time merecia ser campeão paulista e da Copa do Brasil. Mas esse time vai ficar na história também por castigos que não merecia".

Ou seja, perder o jogo do título.

Enfim, Felipe, cito PVC porque eu posso ser acusado de parcialidade, mas é ele quem diz que o Santos é o melhor time do país. E eu concordo. Está aí, no link abaixo (tem que copiar e colar no browser):

http://bit.ly/cS95XJ

abraços de (incontestável) campeão