quarta-feira, 20 de junho de 2012

Por mais respeito que mereça, Erundina errou outra vez. Urge derrotar demo-tucanato


Vaidade, personalismo e rancor são péssimos instrumentos na política

Por José Arrabal



Lembrando Winston Churchill: "aliança com o demônio"

Vale recordar aqui uma frase do primeiro-ministro inglês, Winston Churchill, por ocasião da II Grande Guerra: "Se Hitler invadisse o Inferno, eu cogitaria uma aliança com o demônio".

O mesmo se pode parafrasear na atual urgência de se derrotar o demo-tucanato paulista por sua presença notoriamente nefasta e anti-popular em São Paulo - estado e município.

Por maior respeito que ela mereça, entendo que Luiza Erundina errou historicamente ao retirar-se da chapa da candidatura de Fernando Haddad.

Errou do mesmo modo que anteriormente errou e quebrou a cara devido a esse seu erro, ao aceitar de modo personalista um ministério no governo de Itamar Franco. Nada fez ou pode fazer de bom no Ministério e deixou o cargo humilhada, ciente de que cometera uma grande bobagem na sua história política pessoal.

Desconheço os bastidores das razões que levaram à atual renúncia de Luiza Erundina. Sei que na manhã de ontem, em entrevista pública, ela se confirmou com veemência como candidata a vice na candidatura de Fernando Haddad. No entardecer, mudou de ideia. Por conta disso não creio que foram razões éticas que a levaram à sua renúncia. Que ética é essa que muda da manhã para a tarde? Verdade é que vaidade, personalismo sectário e rancor são péssimos instrumentos na política. Lição que Luiza Erundina e mesmo Marta Suplicy parecem não compreender.

Verdade também é que urge derrotar o demo-tucanato em São Paulo - município e estado. O certo é que a vitória de Fernando Haddad em sua candidatura à prefeitura de São Paulo, além de ser um valiosa esperança pública de uma boa administração popular na cidade, será um passo fundamental para derrotar o governador Geraldo Alckmin em suas pretensões de reeleição daqui a dois anos.

Com Erundina ou sem Erundina na chapa, é isso que deve nos mobilizar a todos a favor da vitória da candidatura popular de Fernando Haddad. São Paulo - município e estado - não pode sucumbir por mais tempo à tragédia neoliberal, tacanha, dilapidadora e anti-popular do demo-tucanato na região.

Bem se sabe que existe um bem sucedido projeto histórico nacional em andamento vitorioso a favor dos interesses do Brasil, da brasilidade e do povo trabalhador brasileiro construído e levado adiante em nosso país desde o governo do presidente Lula. Projeto que a presidenta Dilma Rousseff consolida com vigor crescente e grande aceitação nacional.

A presença do demo-tucanato governando São Paulo tudo faz para impedir e destruir o bom porvir desse projeto popular posto em andamento pelo governo da União nas gestões presidenciais de Lula e Dilma.

Fato que Luiza Erundina devia considerar para ajudar com sua presença junto da chapa com Fernando Haddad, sem qualquer gesto de vaidade, rancor ou personalismo possivelmente presentes em sua renúncia à candidatura a vice-prefeita. Ainda bem que seu partido - o PSB - manteve-se ao lado de Fernando Haddad.

Winston Churchill estava certo, em sua consideração durante a II Grande Guerra. O presidente Lula igualmente está certo, ao somar alianças viáveis para derrotar a tragédia administrativa e antipopular do demo-tucanato paulista.

Bem se sabe quem é e o que faz essa gente do demo-tucanato, que manda no estado há décadas. Bem se sabe quem é José Serra, o que é sabidamente ainda pior.

A questão que urge agora e sempre, nesta campanha municipal para conquistar a prefeitura paulistana, é e será somarmos forças a favor da candidatura de Fernando Haddad. Sem vacilar!

Até a vitória, com firmeza! Viva o Povo Trabalhador Brasileiro! Viva o Brasil!

9 comentários:

Mary Jo Zilveti disse...

Arrabal, viva o povo trabalhador brasileiro. Viva o Brasil!

marco a. ferreira disse...

Nossa! É isso aí, já não se tem mais o que falar. Agora, é arregaçar as mangas e entrar na campanha.

Marco Costa disse...

Derrotar demos e tucanos e levantar Maluf? O que é que eu levo nisso? Não precisa responder. Já sei: FUMO.
Ontem valiam alianças contra o Maluf.
Hoje vale aliar-se a ele para derrotar o Serra.
Amanhã a quem deveremos derrotar?
E, aí? Não será que, então, valerá uma aliançazinha com o Serra?
Páááára..................

Anônimo disse...

Engraçado, eu não vivo em Sâo Paulo, vivo num estado governado pelo PT, num país governado há dez anos pelo PT, e tenho as mesmas queixas dos paulistanos quanto à transito, segurança, saúde, proliferação de impostos e roubalheira na administração pública: mensalões e falca-DElta- truas patrocinadas pelo eterno bom moço Zé Dirceu. TENHO VERGONHA DE TER VOTADO NO LULLA DEPOIS DESSA PALHAÇADA DE ABRAÇAR O SENHOR MALUF.

eder santi disse...

caro Anonimo, acho r´diculo se esconder, mas mesmo assim vou te responder, acho que vc não vive em nenhum estado governado pelo PT, acho mesmo que vc não vive no Brasil e nem em lugar nenhum, acho que vc não passa de um trol e por isto não enxerga o momento que vivemos em nosso país, depois de decadas e mais decadas de estagnação, com nossos jovens fugindo do país pra serem garçons e babas no exterior, com nosso patrimônio sendo dilapidado enquanto nossa dívida se multiplicava cada vez mais, finalmente estamos presenciando uma década de crescimento contínuo, com programas como o Prouni e o Reuni dando expectativas de educação à nossos jovens, Vemos records após records de emprego com e sem carteira assinada, vemos o Minha Casa Minha Vida colocando milhares de famílias em seus lares próprios, vemos os juros despencarem devido a uma ação do Banco do Brasil, que os demotucanos tto queria privatizar, provavelmente pra nos retirar este instrumento de pressão prara baixar os juros... eu poderia falar horas com vc anônimo, mas não adiantaria nada, pois sei que vc é apenas um fake, a serviço de algum publicitário arrivista, sem nenhum compromisso com seu país e que por umas migalhas atacaria qqer coisa. De qqer forma uma boa noite pra vc que é a mente ou falta dela por trás do Anonimo.

antonio digigov disse...

Sr ARRAGAL ou MARETE.
Tem certeza das besteiras que disse aqui? Duvido que voce algum dia votou na LUIZA ERUNDINA...quem vota nela sao socialistas e comunistas convictos ou nao , e , poucas vezes aqui nesta rede social eu consegui identificar com tamanha clareza o pensamento inutilmente dissimulado de um reacionario disfarcado como voce tentou fazer aqui....Nenhum. socialista faria isso que fez......foi o seu pecado capital......caiu por terra tudo o que intencionou malevolamente colocar aqui...LULA sempre foi um traidor e agente da CIA infiltrado no movimento operario , a internacional socialista o desmascarou em 1980 em Bohn , Alemanha.
Lula agora ESTA PISOTEANDO o sangue derramado dos presos e desaparecidos politicos da ditadura executados e enterrados em cemiterios clandestinos a mando de MALUF.
AGORA QUE EU REFRESQUEI A SUA MEMORIA E A DE TODOS OS QUE ESTAO LENDO AQUI , ME DIGA... ONDE A ERUNDINA ESTA ERRADA?
Ela esta certinha , missivista......ela esta certa e coerente com seus eleitores, coisa rara no bRASILZAO.......
.
Abracos comunistas .....antonio digigov

Mirabô Dantas - Natal-RN disse...

Pô, agora virou bagunça! Ninguém sabe quem está certo: Se´é Erondina, se é Lula ... Se é Arrabal, se é Churchill. Só sei que fazer aliança com Maluf é chamar o Diabo pra tomar café da manhã todos os dias. Deixar um tucano tomando conta do terreiro é alimentar ave de rapina. è aquela história: se correr, o bicho pega, se ficar, o bicho come.

yvis disse...

Gente ..Paz e Amor, o melhor e o caminho do meio..cada um com sua verdade..o certo mesmo e que estamos no tempo do ^^salão dos espelhos dos maias^^^, tudo aparece..o que estava escondido vem a tona..o que for o melhor acontecera..Um abraco, e por favor não me insultem, caso achem ridícula mia observação..cada um tem direito de se expressar não e mesmo..

Elder Vieira disse...

Quando anunciaram Erundina de vice de Haddad, eu disse: o menino arrumou pra cabeça! Porque Erundina é isso: uma legenda, uma guerreira, uma decana na luta por direitos, mas não sabe raciocionar bem politicamente, e mais atrapalha, do que ajuda. Não entendeu que o inimigo é poderoso demais e que é preciso juntar forças do lado de cá. Inimigos de ontem tornam-se aliados de hoje, e vice-versa. É assim na política, como na guerra - que é a forma violenta da política. É confiar pouco em si achar que uma aliança irá contaminar ou anular sua própria história, sua identidade, seus ideais e objetivos. E é confiar pouco no povo também, que é sábio o suficiente para entender que cada hora exige uma tática. O inimigo representa a oligarquia financeira nacional e internacional, os interesses do capital norte-americano e europeu, o latifúndio improdutivo e os grandes meios de comunicação - as mesmas forças aqui que querem derrubar Lugo no Paraguai. Não dá pra ser nem ingênuo, nem purista, nem politicamente obtuso. O que está me jogo em 2012 é o futuro do Brasil em 2014. Nenhum filho-da-pátria tem direito de fugir à luta.