segunda-feira, 4 de junho de 2012

Jornalismo esportivo acabou


Acabou pelo menos na televisão. Dias atrás, assistindo a um jogo da Libertadores da América, quase no fim da partida dei-me conta de que aquela também era uma data de Copa do Brasil. E que, ligado na Fox Sports, eu não tinha informação de como estavam os duelos desta competição nacional, simplesmente ignorada pela emissora que transmitia a Libertadores, como se o torneio nacional não existisse.

Na TV do plim-plim não existe Olimpíada
A mesma "estratégia" pôde ser observada na transmissão global do jogo da seleção brasileira neste domingo. Como notou o Uol, não se ouviu na TV Globo, durante o duelo em que os mexicanos deram um chocolate e venceram o time de Mano Menezes por 2 a 0 em Dallas (EUA), nenhuma vez a menção de que aquela seleção está se preparando para a Olimpíada de Londres (eu não vejo futebol nessa emissora quando a transmissão é de Galvão Bueno). A informação de que o time do Brasil, formado quase inteiro por jogadores jovens, está enfrentando as seleções principais de outros países também foi ignorada.
Na outra, só há Libertadores

Em suma, a Fox Sports não fala de uma competição transmitida pelas concorrentes (Sportv e ESPN), a Globo ignora o maior evento esportivo do mundo porque os direitos de transmissão para a TV aberta pertencem à Record, e por aí vai. E assim o “jornalismo” esportivo vai se transformando numa fantasia, um objeto comercial travestido de informação. Uma vergonha, como dizia aquele âncora que se manifestou sobre os garis de modo absurdo no final de 2009.

É o cúmulo a maior rede de televisão do país simplesmente fazer de conta que não existem Jogos Olímpicos (eles se preocupam com a tal credibilidade?). Ou uma empresa que detém os direitos de transmissão da Libertadores em TV fechada fingir que não há futebol no Brasil a não ser o que faz parte da competição que eles transmitem.

Como jornalista que sou, sempre entendi minha profissão como uma prática que precisa também ser um serviço. No fundo, a informação é um serviço. Ou deveria ser. Ou era.

4 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

Excelente crítica. Me parece que o que é velado para as outras áreas da cobertura jornalística no esporte é totalmente escancarado. É um jogo de interesses puro e simples. Mas eu adorei o jogo Brasil x EUA, que a Globo teimava em colocar às 22h, como sempre, mas frente aos interesses corporativos mais fortes dos EUA teve que enfiar o rabo entre as patas e aceitar um jogo com horário oficial (de Brasília) às 21h07. A programação ficou uma zona, com alteração inclusive dos tempos das noveletas (pecado capital). Pelo menos alguém ainda consegue colocar a Globo no bolso.

Edu, quer dizer então que a Globo não transmitirá Olimpiadas (estou por fora)? Com a graça de Deus então não seremos condenados a ter de assistir aos jogos com o pernóstico Galvão Bueno e seu ufanismo forçado??? Aí sim.

Anônimo disse...

Realmente muito boa critica. Vale ressaltar que este problema não é de hoje! Quem acompanhou o último Panamericano já deve ter percebido que muito pior do que a péssima cobertura da Record foi o fato da Globo simplesmente ignorar o jogos. Foi a total ignorada de que naquele evento um atleta brasileiro ganho a 10 medalha de ouro em jogos pan-americanos. Aposto que a maioria dos brasileiros nem sabe de qual esporte eu estou falando!!! O jornalismo esportivo brasileiro tem que melhorar muito mesmo!

Edu Maretti disse...

Aí, sim, Felipe! Pra você ver como o mundo muda... rs. E isso de os EUA falarem mais alto do que os interesses comerciais da Globo é digno de nota... boa lembrança.

Quanto à questão do amigo que comentou acima, creio que se refere a Hugo Hoyama (não sou onisciente, foi apenas uma rápida pesquisa mesmo).

Uma observação didática: Para que o nome apareça no comentário e este não fique "Anônimo", logo abaixo da caixa onde se escreve tem "Escolher uma identidade" >> Selecione a opção "Nome/URL". Vai aparecer um campo para escrever o nome. E pronto, é só escrever o nome e "publicar comentário"! que seu nome aparece...

curtidas no instagram disse...

Muito bom o blog, parabéns pelo o tópico está ótimo.