sábado, 14 de junho de 2014

A Itália de Pirlo, a Holanda de Robben e a Costa Rica de Campbell


Resenha da Copa do Mundo [1 - sábado 14 de junho]


O destaques dos três primeiros dias da Copa, na minha opinião, são os citados no título do post.

Pirlo, o maestro italiano
Começando pelo fim, baita jogo esse Itália 2 x 1 Inglaterra na belíssima Arena da Amazônia. O meia italiano Pirlo, como joga bola! Com sua experiência e idade "avançada" (35 anos), faz o jogo acontecer. "É aquele cara que a gente vê jogar e diz 'como parece fácil'", como disse Milton Leite. A Itália -- com seu jogo clássico de sempre -- foi superior e mereceu vencer. Que golaço, o primeiro da Azzurra, pela construção de toda a jogada, a deixada de Pirlo e a conclusão precisa, de longe, de Marchisio. A Inglaterra poderia até ter empatado, lutou o quanto pôde, mas no fim acabou sucumbindo à superioridade italiana e ao calor de Manaus. Os ingleses fazem agora um jogo de vida ou morte contra o Uruguai, que perdeu inapelavelmente para a Costa Rica por 3 a 1. Acho muito, mas muito difícil que a Celeste Olímpica derrube o English Team, e quem perder tá fora. O time uruguaio é lento, sem criatividade, envelhecido, dá muito chutão e não mostrou nenhum futebol. E sem o grande Luizito Suarez nas melhores condições, poupado contra a Costa Rica na estreia porque se recupera de uma cirurgia, fica dramático. No grupo D devem se classificar Itália e Inglaterra. A Costa Rica tem chance e o Uruguai ainda também, mas a Celeste vai precisar jogar futebol, o que não fez na derrota para os costa-riquenhos.

O gol de Marchisio foi uma pintura:



O outro grande jogo da Copa até aqui foi a espetacular goleada da Holanda sobre a campeã mundial Espanha. Foi de 5 a 1 mas poderia ter sido mais. Robben marcou dois gols, deu um show e no segundo deixou o goleiro Casillas no chão. Não tem preço. A Espanha parece um time decadente e cansado. No mesmo grupo B, o Chile bateu a Austrália por 3 a 1. Tá certo, os cangurus devem perder de todo mundo. Mas se o Chile estiver inspirado contra a Espanha dia 18, vai despachar o time de El Rey. Arriba, Chile!

Dessa partida, dois foram os golaços: o primeiro (de Van Persie) e o quinto da Holanda, de Robben:








A retrospectiva chega no Brasil. Vendo e revendo um monte de vezes o pênalti no Fred, continuo achando que não foi um pênalti claro. Eu não marcaria e a decisão do juiz deu margem a que os contra o Brasil dissessem: "tá vendo, não falei, tá comprado!?" Mas se o pênalti não foi claro, também não foi esse escândalo que estão falando.No lance, o 9 brasileiro cai para trás, o que indica que foi puxado. Se esse puxão foi o suficiente pra matar a jogada dele ou se ele foi apenas malandro, só Fred e Deus sabem. Mas, quando o cara dobra o joelho e simplesmente cai, ele não cai para trás. Acho exagerado esse carnaval midiático todo denunciando o "roubo" do juiz. O pênalti marcado no Diego Costa da Espanha foi igualmente duvidoso e quase ninguém falou nada. E a Espanha foi massacrada pela Laranja Mecânica. O Brasil ganharia da Croácia de qualquer jeito.

Destaque também foi esse Campbell, o meia da Costa Rica que destruiu a defesa uruguaia nos 3 a 1 em Fortaleza. Muito bom jogador. Pra mim, até aqui, a revelação do Mundial.

O primeiro gol de Neymar contra a Croácia merece entrar na resenha, pois foi um dos quatro mais bonitos dos 28 marcados até este sábado 14.






3 comentários:

marco antonio ferreira disse...

Foi um lindo jogo! Torci pelos blood ingles, não sei porquê, acho que são ingenuos qd jogam futi. Justos eles.imperialistas, assassinos e ladrõe;parece o currículum do Jean Genet. Mas gosto deles jogando. Agora isso não quer dizer que tivesse muita esperança de ganhar! Toda maneira os caras tinham um jogador que se chamava "é u beque", de maneira que só se escutava: wellbeck, aqui ô du beque! Maravilha.
Quanto ao penalti do fred... bem cê deve tá escutando tipinhos como o Mino Carta. Não hoce o penalti, mas o juiz marcou. Hj o juiz marcou a favor do uruguai , mesma situação pra C.Rica, e necas do juiz. E era um juiz de ponta, europeu, sic.
Acho que jogamos bem. Tivemos um revertério, de sair perdendo.quando, só poderíamos ganhar. Ora bolas, Croacia.... e aí corremos atrás e fizemos. Também acho que o penalti nos prejudicou. .... enfim
Tá bom o mundial, goleadas, zebras, e bons jogos.

Edu Maretti disse...

"são ingenuos qd jogam futi. Justos eles.imperialistas, assassinos e ladrõe;parece o currículum do Jean Genet. Mas gosto deles jogando."

Muito bom isso.

"Toda maneira os caras tinham um jogador que se chamava "é u beque", de maneira que só se escutava: wellbeck, aqui ô du beque!"

Muito bom, hahaha, tb concordo.

Comentário bão esse, Marco Ferreira!

João disse...

desculpa, mas o post nao fala do gol q eh mais comentado aqui perto do Palestra na Z. oeste, o golaaaaço do Valdívia pelo Chile contra os canguru!!!