segunda-feira, 28 de março de 2011

Para não dizer que não falei de Rogério Ceni

W. Carmo/ Inovafoto/Vipcomm

Com algum atraso, vai aqui uma nota sobre Rogério Ceni, esse extraordinário jogador do São Paulo F.C. Como não sou são-paulino, terminado o grande jogo em que o time do Morumbi bateu o Corinthians por 2 a 1 na Arena Barueri, ao invés de pelo menos escrever um post, eu, que já tinha tomado algumas, dormi (conheço são-paulino que chorou, outro que teve dores no peito, outro que tomou calmante...).

Mas o fato é que, como todo mundo já disse, um goleiro chegar ao 100° gol é espetacular. Segundo levantamento publicado no blog do Paulo Vinícius Coelho, Ceni é o 18° maior artilheiro da história do clube. Seis gols atrás de Friedenreich e 15 menos que Careca. O maior de todos é Serginho Chulapa, com 242.

O que mais me impressiona em Rogério é a precisão de seu passe. No primeiro tempo da vitória sobre o Corinthians, ele deu um lançamento de sua grande área que atravessou o campo e foi cair, precisa, quase milagrosamente, na ponta esquerda, nos pés (se não me falha a memória) de Dagoberto. Artilheiro, líbero, líder do elenco e dentro do clube, o atleta é para muitos o maior jogador da história do SPFC. Não acho que seja exagero.

No jogo em que seu time, com um gol seu, quebrou um tabu de quatro anos (11 jogos) sem vencer o rival Corinthians, o centésimo gol coloca Rogério Ceni definitivamente como uma lenda do futebol brasileiro.

Veja os gols de São Paulo 2 x 1 Corinthians com a narração de Oscar Ulisses, da rádio Globo:

28 comentários:

Felipe Cabañas da Silva disse...

O 100° gol de Rogério Ceni é uma farsa. São ainda 98. Vai ter que treinar bem mais e torcer para ter bastante pênaltis pra bater. Gol contra mixtão e em torneio Constantino Curi não vale. A FIFA não reconhece dois de seus gols. Como os são-paulinos são incrivelmente esnobes e não reconhecem o mundial do Corinthians (reconhecido pela FIFA, diga-se de passagem) também não reconheceremos essa baboseira (bem midiática) de centésimo gol. Centésimo na contagem dele. E na da entidade máxima do futebol? É como o Romário, que só fez 1000 gols na cabecinha dele.

O 100° GOL DO ROGÉRIO CENI É MAIS UMA FARSA TRICOBAMBI (como tantas outras)

Ps: o resultado de ontem foi uma zebra mesmo. Só na cabecinha entorpecida do Casagrande esse time do São Paulo é melhor que o do Corinthians. O São Paulo teve dois momentos, aproveitou e matou o jogo. Contou com o destempero dos nossos jogadores (dois expulsos), mas o jogo de ontem foi pra empate.

Felipe Cabañas da Silva disse...

PS2: E também não acho o Ceni tudo isso como goleiro. É um bom goleiro, mas na minha opinião está MUITO longe de ser uma lenda. Tem momentos de genialidade e tem fases que é um frangueiraço, tipo o Zetti.

De mais a mais, seus 100 gols se devem a tantas e tantas cobranças de pênaltis.

Leandro disse...

Nossa, Felipe, quanta raiva.

Não há como negar ou minimizar o feito histórico de Ceni. Entre os goleiros artilheiros, além de recordista, ele foi o único que fez mais gols de falta do que de pênalti (56 de falta e 44 de pênalti, diz o Uol).

E, mesmo que fossem gols penas de pênalti o feito mereceria certo reconhecimento. Afinal, ele é goleiro, poxa.

Não há o que se discutir quanto aos tais 98 gols. Acredite no número que quiser. As contas de corintiano algum vão minimizar o feito de Rogério. E ponto final.

Agora, quanto a ele não ser um dos melhores goleiros da história... Se ele não é, quem é?

Para ter um pouco mais de noção do que é Rogério Ceni, recomendo que, se possível, veja trechos da final do Mundial de Clubes (o verdadeiro) de 2005, entre outras centenas de jogos incríveis.

Sem contar nas partidas em que além de fechar o gol, ele resolveu. Como na final do Paulista de 2000, contra o Santos.

Se feitos como estes não credenciam Ceni ao posto de um dos melhores goleiros da história, não imagino quem pode figurar na lista.

Felipe, seus argumentos estão sendo pautados apenas pela raiva e a rivalidade.

Mas eu te entendo. Além de estar magoado com o fracasso do “projeto centenário”, imagino como deve ser duro ver o “Timão” (sic) ter o carimbo de sofrer o centésimo gol do maior goleiro-artilheiro da história.

Cara, lamento, mas os corintianos vão ter de lembrar disso pelo resto da vida. Quando vocês acharem que esqueceram, uma reportagem, um gol de outro goleiro, uma matéria sobre o São Paulo, sobre o Rogério, o carimbo vai estar lá. Saudações Tricolores.

Felipe Cabañas da Silva disse...

Caro, se existe raiva ela é recíproca. O São Paulo odeia tanto o Corinthians que é possível pensar num preconceito de classe, do time da classe média e média alta em relação ao time da choldra, da patuléia mal comportada que "não tem estádio" (mentira) e nem "passaporte" (outra mentira), mas que arrasta uma multidão duas vezes maior e cem vezes mais apaixonada.

Mantenho minha posição. O Rogério Ceni é um bom goleiro, mas não é genial, nem "mito" (me faz rir isso). Cadê a história dele na Seleção Brasileira? É irrisória. E da mesma forma que você me soltou uma lista dos "grandes feitos" (sic), poderemos encontrar uma grande lista de frangos e fracassos. A primeira e mais gritante é a lamentável atuação na final da Libertadores de 2006. E repito: ROGÉRIO CENI NÃO FEZ O CENTÉSIMO GOL NO CORINTHIANS. Vocês, são-paulinos, acreditem no que quiserem, entrem na onda das ridículas vinhetas bobais, caiam no ufanismo, não me interessa, mas enquanto a FIFA não reconhecer 2 gols ele só fez 98 e ponto final. Patético...

Logo depois do jogo, eu estava disposto a reconhecer o feito. Mas depois disso, só digo isso: PATÉTICO.

Felipe Cabañas da Silva disse...

Outra coisa: eu nunca vi são-paulino reconhecer feitos de rival algum. É o clube mais arrogante, mais esnobe, mais sem altruísmo que existe no Brasil.

Portanto, não venham com essa chantagenzinha de que não reconhecemos porque "sentimos raiva". A FIFA não reconhece e fim de papo. O fulano foi lá e fez uma contagem da cabeça dele, a mídia estúpida caiu nas graças, e agora fica a idéia cristalizada. Estultícia pura... É circo...

Eduardo Maretti disse...

Ódios e rivalidades à parte, numa situação como essa prefiro ficar com opiniões mais desapaixonadas. Um dos poucos jornalistas esportivos que eu cito – por seu equilíbrio e racionalidade – é o PVC, um dos caras mais bem informados e sensatos da mídia esportiva (e não é são-paulino). No ano passado ele escreveu: "A Fifa não considera esses dois gols, retirados da lista oficial do goleiro há quase dez anos, por não serem partidas oficiais. Mas não é lógico tirar partidas desse tipo das listas de gols dos goleadores do São Paulo em todos os tempos. Quantos amistosos assim fez Serginho Chulapa?
Quantos dos 242 gols que fazem dele o maior artilheiro da história são-paulina teriam de sair da lista?
A resposta: nenhum. Gol com a camisa do São Paulo é gol com a camisa do São Paulo".

Eu acrescentaria: quantos dos 1281 gols de Pelé teriam de sair da lista?

O maior artilheiro da história do Corinthians foi Claudio (entre os anos 1940 e 50), com 305 gols, pelas contas que há. Quantos desses gols foram em amistosos?

Romário fez mil gols, sim.

Não vou dar aqui uma de advogado de Ceni, mas se nenhuma das opiniões, mesmo as mais insuspeitas, vale quando é contrária ao corintianismo, então não há discussão nem diálogo, Felipe, apenas a desqualificação indiscriminada de opiniões divergentes.

Acho que uma das coisas mais bonitas do esporte é reconhecer os méritos dos adversários, principalmente os grandes.

Embora fazendo a ressalva dos dois gols em jogos não-oficiais, a FIFA publicou hoje esse texto:
http://pt.fifa.com/worldfootball/clubfootball/news/newsid=1407272.html

Não há a menor dúvida de que R. Ceni fez 100 gols e nem que o centésimo foi ontem.

Abraços

João disse...

deixa eu falar uma coisa... entre um bambi e um galinha, tb conhecidp como gamba eu sou mais Palmeiras!... mas os curintianos tao precisando eh de um prozac

Felipe Cabañas da Silva disse...

Vou continuar afirmando: Rogério 98 gols. Enquanto a FIFA não reconhecer, não vou reconhecer e ponto final. Nem eu nem o Corinthians.

Também acho que uma das atitudes mais bonitas do esporte é reconhecer os méritos dos outros, coisa que nunca vi o São Paulo Futebol Clube fazer com adversário nenhum. ROGÉRIO FARSA.

Paulo M disse...

Não discordo do Felipe qdo ele diz que o Rogério não é tão espetacular assim debaixo das traves. Pra mim, ele tem altos e baixos. Exemplos: a defesa espetacular contra o Liverpool, na cobrança de falta do Gerard na final do Mundial Interclubes (acho que em 2006), e o frango contra o Inter de Porto Alegre na final da Libertadores no Morumbi. Na frente do gol, sou mais o Marcos, por exemplo. O Rogério Ceni tem o diferencial de fazer gols, de sair jogando e às vezes dar passes magníficos, como um meia. Mas dizer que o gol de ontem foi o nonagésimo oitavo é piada.

carmem disse...

hahaha, é muito bom assistir de camarote, pimenta no olho dos outros não arde! A "briga" tá boa.

Luciano disse...

@#$%¨&*(*&¨%$#%¨&¨#@%¨#&$*¨#&%#¨

Fora isso.... acho q o Rogério Ceni jogou mto....

Evitou a DERROTA do SPFC.... FEz pelo menos 3 defesas INCRIVEIS...

PArou até Liedson.... (se entrasse ia ser sensacional!!!!!).... mas...
se minha mãe fosse homem eu nao taria aqui.


Q se lasquem as meninas do Morumbi.

Luciano disse...

Leandro... vc eh um tipico são paulino meu caro...

me desculpe...

Anônimo disse...

Curintias - galinha Sem história - galinha sem estádio (galinha sem ídolos, como RC.01) freguês do tricolooo...oor!

SCCP
(Sofreu o Centésimo do Ceni no Paulista!)


Vai curintiia!

O freguês voltoooooo.....oOu!

Adilson disse...

Foi um acontecimento e tanto, o centésimo gol e o fim do tabu (se bem que o nosso, anterior, era de 14 jogos), que sempre incomoda. Sobre a choradeira de Felipe é engraçada, porque o Curintias inclusive colocou no site esta informação de que a Fifa não reconhece 2 gols (um contra um combinado Santos/Flamengo e outro contra o Uralan, da Rússia), mas o próprio site da Fifa reconheceu ontem o feito centenário do Rogério!

Leandro disse...

Felipe, a você dedico o trecho de um famoso samba:

"Chora!
Não vou ligar
Não vou ligar!
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar
Mas chora!
Chora!
Não vou ligar
Não vou ligar!
Chegou a hora
Vais me pagar
Pode chorar
Pode chorar...
É, o teu castigo
Brigou comigo
Sem ter porquê
Eu vou festejar
Vou festejar!
O teu sofrer
O teu penar..."

Leandro disse...

Ah, sobre o Rogério não ser espetacular debaixo das traves... por favor, respondam: se ele não é, quem é?

Rogério é tão espetacular quanto Marcos, por exemplo. Falhas todos têm.

Marcos foi sensacional na Copa. Mas tem falhas memoráveis pelo seu Palmeiras. Quem não se lembra dele "bater palmas" pro lançamento do jogador do Manchester na final do Mundial (o verdadeiro), ou do chute no vazio na espetacular goleada sofrida contra o Vitória?

Marcos é (foi?) um goleiro sensacional. Mas também teve falhas em momentos importantes, como Rogério.

Felipe Cabañas da Silva disse...

Bambizada, vocês podem até dizer que o king bambi fez o centésimo gol, mas dizer que o Corinthians é freguês do sp é piada. Só para clarear as mentes tricoflores mal informadas, o Corinthians tem 113 vitórias contra 98 do bambiteam. Ganhamos também mais finais: 5 x 4.
Vocês podem até ter algum mérito, mas farsa tem limite.

Eduardo Maretti disse...

Acho legal o comentário do José Trajano, neste link:

http://bit.ly/g6FhHR

alexandre disse...

Mas um ótimo jogo esse, hein! Muito disputado, nervoso e a arbitragem foi boa. Não foi tendenciosa para nenhum lado, na minha opinião. O Corinthians começou bem ofensivo, mas ineficaz nas conclusões e jogadas sem muito efeito, mas muita raça e disposição. O São paulo soube se defender e contou com ótima atuação do Dagoberto. Tava inspirado, fez ótimos lances, além do gol, belo gol. E o polêmico Rogério Ceni, tem estrela e resolveu a partida, com o centésimo gol e com uma defesa espetacular com os pés no final da partida. Então o Timão conseguiu um gol com o Dentinho, não suportando a pressão, resolveu cometer uma falta, numa agressão infantil e ser expulso, com justiça. São Paulo 2x1 Corinthians
fui.

Luciano disse...

vcs virão a parada gay ontem???

Alias, alguma das meninas deste tópico foi la???

hum... as meninas daqui tbm lembram dele cantando:

"Só mais um jogo, vou-me embora daqui finalmente"

Felipe Cabañas da Silva disse...

Bom, passado o calor do jogo, é bom que se diga que há um "ódio racional" (se é que é possível) em tudo isso.

Rogério Ceni não perde uma oportunidade de provocar o Corinthians e acirrar os ânimos. Em evento da apresentação de Luís Fabiano, afirmou "só o São Paulo tem casa para fazer uma festa dessa", ou algo parecido. Não perde também uma oportunidade de destilar sua arrogância tricoflor, que tem sido a marca do clube do Morumbambi desde sua internacionalização, como se o Morumbi fosse o único grande estádio do Brasil. Não falo nem do Itaquerão (ou fielzão, como queiram), que ainda não saiu do papel, mas o Maracanã e o Mineirão são estádios públicos amplamente reconhecidos como a casa dos times de suas respectivas regiões, e isso é saudável, porque estádio bom não é só estádio particular, até porque o Morumbi está tão caindo aos pedaços quanto o Mineirão, e encontra-se em situação pior que o Maracanã antes de ser fechado para as obras. Digam-me se existe um esportista que encarna mais e melhor a arrogância são-paulina que Rogério Ceni? O Raí não era assim. O Leonardo não era assim. O Müller não era assim e, principalmente, Telê Santana não era assim. São todos grandes ídolos do São Paulo que reconheço como esportistas brilhantes. Telê Santana não ter ganho uma Copa do Mundo é dessas injustiças que só os deuses do relvado explicam.

Para mim o Rogério é um bom goleiro, seria absurdo não reconhecer, mas é muito menos do que a postura arrogante procura demonstrar.

Eu até entendo o Rogério. Os são-paulinos ficaram mordidos depois que o Vampeta, sagazmente, os apelidou carinhosamente de "bambis" (até então eram conhecidos somente como "pó-de-arroz"), alcunha amplamente utilizada para designá-los nos quatro cantos do Brasil. A partir daí, passaram a fiar-se a qualquer pretexto para alfinetar o Corinthians e desqualificar nossas conquistas, criaram o slogan de que "para conquistar o mundo é preciso atravessá-lo", chamaram nosso mundial de torneio de verão (algo que repetiram recentemente) e criaram aquela camisa ridícula que colocava o campeonato brasileiro do Corinthians de 2005 como 1/2 e o Mundial como 1/2, que foi mostrada ao vivo num desses subprogramas esportivos na TV. Eles têm obsessão com o Corinthians.

A alcunha "bambi" impôs um duro golpe na auto-estima do todo-poderoso São Paulo. Lembra aquele apelido insuportável, que você odiava, que um colega idiota colocou em você na escola, que todo mundo rapidamente começou a usar e que nunca mais te abandonou?

Agora, eu pergunto ao Rei do Morumbambi: o meu estádio vai abrir a Copa, e o seu????

João disse...

nossa que drama!... os curintianos tão parecendo sampaulinos kkkkkk.
perderam o sono...

eu jah falei. toma Prozac!

Luciano disse...

HHAUUHAUHAHUAHAUHAHUHAUUHAUHAUHAHUHUAUHAHUUHAHUAUHAUHAUHAHUAUHAHUAUHUHAUHAHUAUHAHUAHUAHUAUHAHUAUHAUHAHUUHAHUAUHAHUAHUAUHAHUAHUAHUAHUAUHAHUAHUA

PERDERAM PRO SANTA CRUZ.... MEU DEUS!!! NEM NA QUARTA DIVISÃO ELES ESTÃO..... HAUHAHUAHUAHHAUHAUHUAHUAHUAHAHUAAHUAUHAUHAHUAHUAUHAUHUAHUHAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUHAHUAHUAUHA


MEU VOZINHO JOGA MAIS Q O RIVALDO.... ELE NUM VIU A BOLA....

AUHAHAAIOAIOAIOAHHAUHAUHAUHAUHAHUAUHAUHAUHAHUAHUAUHAUHAHUHUHUHUHUAUHAUHAHAHUAUH

CHUPAAAAAAAAA BAMBIIIIII

Luciano disse...

PS: Talvez o Santa Cruz se classifique no campeonato pernambucano... daí eles terão direito de jogar a QUARTA divisão...

Então bando de Bambi???

Cade os comentários????

PIPOCARAM!!!!

Felipe Cabañas da Silva disse...

Eu andei pensando e acho que o SPFC anda pagando um jabazinho pro Casagrande falar bem deles... Não é possível... No jogo da semana passada o SP estava perdendo pro Paulista de Jundiaí, jogando nada, e o Casagrande a falar que o SP estava jogando bem. Domingo falou que esse time do SP é "mais completo" que o do Corinthians. Uma ova. Ganharam, merecidamente, porque jogaram com raça e contaram com o pé afiado de vocês sabem quem (nem vou mais falar o nome desse ser). Mas porra, agora perderam pra um time de 4ª divisão, que está renascendo, mas pelamor não? O Casagrande anda vendo gnomos...

Luciano disse...

uai... kd as meninas comentando?

Eduardo Maretti disse...

Camaradas corintianos, daqui a pouco vou concordar com o João, que acima disse que vocês tão precisando é de um Prozac!

Já passou, mano, relaxa! Tomar o centésimo gol do Ceni foi um golpe duro, de fato. Mais duro ainda foi ser desclassificado da Libertadores pelo poderoso Tolima (já esqueceram?), que depois tomou de meia dúzia do Cruzeiro. Mas já passou! Se não tem argumentos, não adianta ofender. Pega mal. Os argumentos são-paulinos, no caso específico deste post, são indefensáveis. O resto é choradeira.

Assim como pega mal para a nação corintiana não reconhecer que no Globo Esporte de sexta-feira o Thiago Leifert mandou bem com a sensacional brincadeira do 1° de abril. Quem não viu pode ver neste link:

http://www.youtube.com/watch?v=yaM75sy9Vk8

Saudações.

Anônimo disse...

felipe cabanas eh um choraao. Kkkkkkkkkkk fraco 100 gols e ja era.