sábado, 19 de dezembro de 2009

O gesto de Aécio Neves

Elza Fiúza/ABr
O governador tucano Aécio Neves, de Minas Gerais, anunciou na quinta-feira, 17, que desiste da disputa pela candidatura à presidência da República em 2010. Segundo ele, a demora do PSDB em “tomar algumas decisões” prejudicariam as alianças. O governador de São Paulo, José Serra, tem a palavra.

São várias as incógnitas que surgem a partir do gesto do neto de Tancredo Neves. Terá sido uma decisão costurada com a cúpula do tucanato? Neste caso, seria, por parte deles, o reconhecimento de que é preciso se desligar da companhia agora (mas não antes) incômoda do DEM (ex-PFL)?

A oposição, sem discurso e sem argumentos, teria chegado à conclusão de que a única saída é fazer uma chapa puro sangue Serra-Aécio?, já que o aliado histórico demo se queimou e está em plena derrocada?

Se os tucanos resolverem fechar Serra-Aécio, a velha (velhíssima) política do café com leite estaria tentando voltar, como um fantasma, travestida com a máscara do PSDB puro-sangue?

Ou, na batalha de xadrez e de víboras, Aécio marca uma posição a partir da qual pode ir para o Senado e, sutil, mineiramente, deixa a Serra a responsabilidade (talvez fatal) de ter de assumir ser ou não ser (eis a questão) candidato?

A ver.

3 comentários:

Mayra disse...

Eu ando pra lá de otimista com a possibilidade de o PT vencer em 2010. Mas, durante essa semana, andei falando com um povo - votante no PT - que discorda totalmente de mim. Dentre vários motivos, diz que Dilma não é boa - por vários motivos: guerrilheira, desconhecida, não-carismática etc. - e que o Lula não vai conseguir passar toda a positividade do governo dele, ou da figura dele, pra ela. Mas eu continuo discordando! Ainda mais depois de ver o Aécio abandonando a candidatura dele - pra mim é um sinal de que não vai disputar agora porque sacou que só vai se queimar desnecessariamente -, e também depois de ver os recentes resultados das pesquisas que saíram hoje acho que na Folha. A Dilma está com 23% das intenções de voto e o Serra com 37%. E pouca gente conhece a Dilma, e pouca gente sabe que ela é a candidata do Lula etc. E ainda faltam 10 meses para as eleições...

Edu Maretti disse...

Bom, se guerrilheira, desconhecida e não-carismática ela já tem 23%, dez meses antes das eleições, imagine quando for mais conhecida e tiver Lula ao lado dela nos palanques do país e propaganda na TV. Há até a possibilidade de Lula se licenciar 3 meses antes da eleição pra entrar com tudo na campanha.

Felipe Cabañas disse...

curiosamente, na semana seguinte ao anúncio de aécio, o datafolha ou alguma dessas empresas de torturar números fez uma pesquisa mostrando como o Aécio perderia para a Dilma em qualquer cenário, com Ciro, sem Ciro, com Marina e sem Marina. Aécio Neves não dá murro em ponta de faca. Ficar sem um cargo eletivo para liderar alguma coisa (oposição?)? Ele não é disso. Serra tampouco. Serra vai porque tem chances. Acho que a Dilma cresce e vai ser acirrado, mas o Serra leva, infelizmente. Nenhum dos defeitos que foram citados acima é incomodo pra mim, mas não a vejo como uma liderança ou uma pessoa forte o suficiente (psicológicamente falando) para o tamanho do cargo. Mas diante de PSDB/DEM sou Dilma na cabeça. Abs.